ir para o site

POP-SE – A história da Bontempo contada pelos Decornautas

Fique por dentro das notícias e novidades da Bontempo.

Por Allex Colontonio e André Rodrigues

A capa escolhida para esta edição especialíssima!

Trinta e seis dias em alto mar separam o passado e o futuro do clã Stedile, o sobrenome – e a alma – do negócio. Em 1876, o casal Angela e Thomaso Stedile deixa para trás o pequeno business de fabricação/vendas de cadeiras, reúne seus três filhos e embarca em uma viagem de mais de um mês partindo de Rovereto, na Itália, rumo a Nova Trento, Serra Gaúcha, aportando no Brasil em busca de uma nova chance.

Foi por lá que a família manteve o DNA da movelaria italiana. Em 1933, Ferdinando, neto de Angela e Thomaso, resgatou a atividade e assumiu o negócio que, três décadas mais tarde, sob o comando de seu filho Remy, evoluiu para a fábrica de cadeiras Stedile Companhia Ltda. Motivados pela busca por inovação, em 1974 os Stedile apostam no lançamento de móveis para jardins, convertendo sua fábrica na maior indústria brasileira do segmento outdoor. O próximo grande passo, em 1978, foi a inauguração da Bontempo, empresa que é uma homenagem dos irmãos Rosmar, Rudimar e Rudinei ao pai, Remy, o visionário.

Empreendedores que carregam no código genético esse tino para antecipar tendências e movimentos comportamentais/sociais, os irmãos lançam a linha de móveis para dormitórios, que logo passa a ser comercializada em lojas multimarcas. Em 1984, devido ao imenso sucesso de vendas, a empresa ocupa seu lugar entre as maiores do setor no Brasil. Se há um ponto de virada, algo que, de fato, trouxe uma verdadeira (r)evolução, foi o “free open”, sistema que aliou o que de mais moderno havia na tecnologia italiana a um conceito inovador de abertura vertical de portas e que, desde sua criação, cravou essa liberdade como marca registrada da Bontempo. Claro que os loopings econômicos do país impulsionaram uma verdadeira odisseia de resiliência no clã, cujos perrengues renderiam, por si só, um book de lombada espessa. A expansão, inevitável, viria no balanço das horas, junto com o trabalho árduo e a consequente superação. A partir dos anos 90, franquias da Bontempo começaram a pipocar em todo o território nacional.

Pioneiro no segmento e ponta de lança na indústria, o label se reposiciona no mercado para atender ao segmento de alto padrão e, a partir daí, um novo mundo se torna possível. “Onde a maioria enxerga um pedaço de madeira, nós enxergamos um desafio; onde os outros veem limites, nós vemos possibilidades. Somos artistas das máquinas, marceneiros de alta-tecnologia e apaixonados por quem busca refletir suas particularidades em cada detalhe”, resume Rafaela Stedile, gerente de mercado da Bontempo – e sexta geração da família. A tendência de mesclar a tecnologia de ponta com o toque artesanal foi se tornando cada vez mais fluída e orgânica, porque já não bastava uma possibilidade para criar cada espaço – era preciso um universo quase infinito de combinações. E foi justamente para antecipar e responder a essa demanda que, em 2010, muito antes de se falar em customização, a marca lançou a campanha “Espaços únicos, possibilidades infinitas”, que acabou sendo seu primeiro passo em uma jornada nas estrelas rumo à autenticidade, originalidade e às novas fronteiras além da imaginação. No ano seguinte, ao materializar a “Fábrica do Impossível”, a Bontempo abalaria, mais uma vez, as estruturas do mercado.

Continue acompanhando a nossa série de publicações em parceria com os Decornautas e também o shooting especial feito em nossa fábrica. Siga a Bontempo também pelo Instagram: @bontempo_oficial

_
Direção criativa @Decornautas
Fotografia @victoraffaro
Moda/styling @marciobanfi
Beleza @eurenantavarez
Modelo @leandrojuliani
Produção @rodrigobraulina + @felippechagas
Equipe Bontempo @rafaelastedile @tinafachini @menazeuski @brunagrison @greici_santini

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Galeria

Leia Também