Uma das vantagens de visitar anualmente a cidade de Milão para o Salão Internacional do Móvel é que não precisamos ficar restritos aos seus inúmeros pavilhões. Como já falamos aqui e aqui, eventos paralelos acontecem por toda a cidade – batizados de #FuoriSaloni – e são alternativas interessantes para quem busca ainda mais inspiração. Como não poderia deixar de ser, durante a nossa estadia milanesa participamos de uma palestra que tem tudo a ver com aquilo em que acreditamos: cores como suporte imprescindível para a criação de ambientes únicos.

Foi em Ventura Lambrate, no espaço Color Trend da Lecher, que conhecemos o projeto COLOR DESIGN – estudo e análise dos contextos de utilização de tonalidades em que projetistas podem identificar soluções cromáticas, bem como os acabamentos e os efeitos mais adequados e inovadores para seus projetos.

A cor é uma linguagem em contínua transformação. As mudanças tecnológicas, culturais e artísticas sempre influenciaram as paisagens domésticas. A análise de criações do passado evidencia que alterações cromáticas significativas ocorrem ciclicamente – e torna possível identificar com relativa precisão as preferências cromáticas dos próximos anos.

A definição dos novos cenários é um aspecto fundamental da elaboração do projeto da cor do ambiente e contribui para garantir a qualidade dos ambientes de uma casa ou de uma construção. Confira a conversa que tivemos com a designer Francesca Valan, a maior autoridade em linguagem de cores da Itália, responsável por colaborar no projeto de evolução cromática proposto pela Lechler.

Confira: