Renomado pela atenção que dedica ao meio ambiente em seus projetos, o arquiteto uruguaio Carlos Ponce de León esteve em julho na capital gaúcha, a convite da Bontempo Porto Alegre, para falar de sua trajetória de 25 anos e apresentar seus principais projetos. Na conversa com o público, iniciativas para minimizar impactos ambientais foram abordadas pelo arquiteto.

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

Para Ponce de León, existem quatro objetivos em seus estudos e desenhos: a eficiência de recursos, a eficiência energética (como a diminuição de gases de efeito estufa), a prevenção de contaminação (como a qualidade do ar interior e a redução de ruídos) e a harmonização com o meio ambiente (como a avaliação ambiental).

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

Alberto De Giuda (Bontempo Porto Alegre), Carlos Ponce de León e Flávio Oscar Sandi (Bontempo)

Assim, tudo é planejado para reduzir impactos por meio da adoção de alguns princípios, como a minimização do consumo de recursos não renováveis, a potencialização do ambiente natural e a eliminação ou minimização das emissões tóxicas. São medidas tomadas com a intenção de evitar o uso de energia artificial.

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

Arquiteto Carlos Ponce de Leon apresenta seus projetos na Bontempo Porto Alegre

A atuação de Ponce de León é uma inspiração para aqueles que, como a Bontempo, exploram todas as possibilidades em busca do que parece impossível.